Boleto, débito ou cartão? Cada pagamento tem sua vantagem

Ok, o cliente e a empresa de cobrança chegaram a um acordo e a dívida será paga. Mas qual será a forma de pagamento? Saber oferecer a opção certa para usuário é quase tão importante quanto as condições de quitação da dívida.

Entre um e outro, a reposta é fácil: ofereça as três. Perder uma negociação porque não aceita um tipo de cartão ou não trabalha com algum dos principais bancos é um retrocesso. É como vender um carro e, na hora do comprador levar para casa, mostrar que os pneus estão vazios. Leia mais

A Cobrança também é cada vez mais digital

No final de 2015, a União Internacional de Telecomunicações (UTI), agência especializada da ONU, divulgou um relatório mostrando que quase 60% da população brasileira está conectada à internet. O dado aponta por que as empresas que fazem recuperação de crédito estão cada vez mais digitais. Leia mais

É possível reduzir a taxa de inadimplência em um cenário de crise?

A economia do Brasil não está essas coisas, não é? A recuperação da economia não virá de forma tão rápida e a previsão é de mais inadimplência no pagamento de dividendos. Segundo um levantamento da Serasa, existem quase 60 milhões de brasileiros com dívidas ativas.

Um desespero para qualquer consumidor e um alerta para qualquer empresa, certo? Não é bem assim. Há alternativas benéficas para ambos os lados. Abaixo, falamos sobre algumas delas: Leia mais